convite de uma página vazia

convite de uma página vazia

Essa página vazia foi um convite à reflexão.
 

Penso sobre essa própria escrita, ou seja, uma meta-escrita. 

Penso sobre as marcas que a tinta deixa no papel e reflito tanto sobre a eternização que o mesmo nos concede quanto às marcas que deixamos naqueles que convivem conosco e com quem convivemos.

Quanto à eternização, esse processo mágico que o papel nos oferece, penso que é uma das 
utilidades mais sublimes e menos conhecida do papel.
Afinal, é comum desconhecermos aquilo que é mais importante, o que está para trás da forma. 

Sábias palavras de Exupéry nos dizem que “o essencial é invisível aos olhos”, ou seja, ele percebeu que nem sempre o mais sublime se torna tangível.

Com isso tudo, o convite que faço é para que reflitamos.
Reflitamos sobre a vida, sobre aquilo que fazemos e o modo como fazemos, a fim de que no final, percebamos que a vida valeu a pena, mesmo que pequena na dimensão temporal.

Fabrício Veliq
14.04.12 – 22:27
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *