Os supostos benefícios de teologias sem contextos

Os supostos benefícios de teologias sem contextos

Imagem de Jan Vašek por Pixabay 


Uma das coisas mais fáceis que se tem é fazer teologia sem contexto e, consequentemente, é também muito fácil de ser encontrada na sociedade cristã atual. Para esse tipo de teologia basta que se tome qualquer texto bíblico e o torne como norma a ser seguida para que se alcance o favor divino e também o título de servo ou serva fiel.

Um dos grandes atrativos para que diversas pessoas comecem a praticar tal forma de se fazer teologia é que ela não demanda de seus ditos teólogos e teólogas muito estudo e comprometimento com algo que vai além do que supõem como verdadeiro. Caso encontrem alguma dificuldade ou alguma assertiva que vá contra aquilo que afirmam, a solução para tal problema é muito simples: deve ser descartado e considerado levante de Satanás contra a fé. Essa prerrogativa se torna, então, critério para a definição de todo o arcabouço teológico a ser seguido.

Outro grande atrativo de se fazer uma teologia sem contexto é que suas premissas podem ser usadas em qualquer situação, sem nenhuma necessidade de grandes explicações. Com os ditos “está escrito”, ou ainda, “Deus quer dessa forma” é possível resolver quaisquer problemas e trazer respostas prontas para quaisquer demandas da comunidade na qual se encontra, bem como respostas gerais para todo e qualquer problema que em algum momento sobrevenha sobre a sociedade.

Teologias sem contexto têm o benefício de contar com um manual já pronto e definido que serve para todos os espaços e situações possíveis. Visto que essas teologias possuem tal manual, obviamente, as respostas se tornam bem mais fáceis, restringindo a um “sim” ou “não”, ou ainda a um “está certo”, ou “está errado”, sem muitas discussões e ponderações, afinal o que Deus disse está dito para sempre, valendo, portanto para todas as eras e todas as sociedades.

Por último, outro ponto fundamental e, talvez, o mais atrativo de uma teologia sem contexto: elas garantem a certeza de qual caminho seguir e qual decisão tomar. Afinal, quem não gostaria de ter as respostas prontas e saber o que Deus quer para todas as questões de nossos dias por mais espinhosas que elas sejam? Uma teologia sem contexto pode responder a essas questões de uma maneira muito simples e ainda garantir que suas respostas sejam “a vontade de Deus” para todas as pessoas.

Não é difícil perceber, portanto, porque tem tanta gente propondo e pregando esse tipo de teologia em nossos dias, principalmente em meios cristãos. Na ânsia de trazerem respostas simples para problemas complexos fazem mais mal do que bem para a sociedade nas quais estão inseridas.

Uma teologia séria, porém, é sempre feita a partir de determinado contexto, tendo a consciência de que nenhuma teologia cai do céu, mas é sempre fruto do contexto social, político, cultural, econômico e religioso de determinada sociedade. Da mesma forma, em sua exposição do texto bíblico tal teologia se mostra ciente da grande responsabilidade para uma explicação séria das razões e contextos nos quais determinados textos foram escritos, nunca os tomando de forma isolada, mas buscando compreender as imprecisões, erros e mensagens propostas em cada livro e também no conjunto do texto bíblico.

Insistir em teologias que sejam contextuais e no estudo bíblico sério que também leve em conta os contextos nos quais tais textos foram escritos deve ser tarefa de todo teólogo e teóloga. Sem isso, as teologias sem contextos continuarão a ganhar força e o estrago que continuarão a fazer se mostra extremamente perigoso tanto para o cristianismo quanto para a própria sociedade.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *