Feliz 2 anos de casados! (bodas de algodão)

Feliz 2 anos de casados! (bodas de algodão)

Dizem que nos dois anos de casados se comemoram as bodas de algodão. Uma analogia interessante. 
De início, podemos pensar o algodão como algo simples e frágil, que é facilmente destruído, caso se o queira fazer. Qualquer um que já pegou em um algodão, mesmo que seja aqueles de farmácia, percebe que não é difícil rasgá-lo totalmente e simplesmente descartá-lo. 
Contudo, mesmo diante dessa fragilidade, quando bem trabalhado, pode gerar roupas, cobertores e vários acessórios que podem durar a vida inteira. Dessa forma, o algodão carrega em si tanto a efemeridade quanto também a durabilidade, dependendo somente de quem trabalha a semente.
Diante disso, não é difícil pensar do porquê de dois anos de casados serem denominados como bodas de algodão. Ao mesmo tempo que ainda se tem um relacionamento frágil e que pode esfacelar-se dependendo das mãos que trabalham nele, da mesma forma, nesse relacionamento já é possível perceber os fios que podem se transformar em algo que durará para sempre, se bem tratado. 
Assim, de uma maneira bem semelhante ao algodão, fragilidade e durabilidade podem ser encontradas em dois anos de casados. Claro que isso pode ser encontrado em todas as fases do casamento, contudo, combinemos, é muito mais fácil encontrar isso em um relacionamento de dois anos do que em um de cinquenta anos.
Nesse sentido, com as bodas de algodão, avança-se um pouco com relação ao primeiro ano de casado, em que se comemoram as bodas de papel. Obviamente, tanto o papel quanto o algodão fazem parte do mesmo processo e um não deixa de existir quando chega um novo. Assim, a liberdade para escrever a história que quiser que é representada pelas bodas de papel e o potencial de durabilidade que é representado nas bodas de algodão coexistem e tornam o casamento uma aventura maravilhosa de se viver e de se experimentar.
A linda da Andréa e eu comemoramos hoje dois anos de casados. Dois anos que estou com essa pessoa maravilhosa, linda, sexy, chata, que ama, enroladinha, inteligente, que acha o máximo mexer no Excel (mesmo que não seja tão boa quanto eu. hehehe) e ver vídeos no YouTube, simpática, que ama maquiagem, generosa, que toda família adora, bem humorada, feliz, corajosa, incentivadora, sonhadora, que me admira, que discute comigo, indecisa, enfim, a chatinha que amo muito.
Fico muito feliz por ter encontrado alguém como a Andréa e, com certeza, sem ela, minha vida seria bem mais sem graça e, talvez, alguns sonhos nunca se realizariam.
Obrigado, mozinho, por estar comigo todos os dias e aturar minha chatice e minha neura com horários que, óbvio, são meus dois únicos defeitos. =)
Amo muito você e acredito que estamos em um bom caminho, tecendo juntos uma história que durará para sempre.
Feliz dois anos de casados, amor da minha vida!
Compartilhe:

COMMENTS (4)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *