Feliz Aniversário, Mamys

Feliz Aniversário, Mamys

Hoje é o primeiro aniversário de mamys que não estarei presente para dar os parabéns ao vivo. 
Amo mamys. Aprendi valores maravilhosos com ela e grandes lições que carrego sempre comigo. De todas essas lições, talvez, a principal foi a de que jamais deveria aceitar que os outros definissem quem eu sou. 
Havia momentos em que, ainda novo, chegava da escola e chorava por causa das zoações que recebia. Diante disso, minha mãe me fazia duas perguntas: a primeira, logicamente, era por que do choro. Ao falar que era devido àquilo que falavam de mim, ela me perguntava: “você acha que você é isso que as pessoas estão falando de você?”. Diante da minha resposta negativa, ela então, sem saber que estava em seu maior estilo sartriano, falava que se eu sabia que eu não era aquilo pelo qual estava sendo zoado, não deveria dar atenção a esse tipo de comentário. Até onde me lembro, foram diversas vezes que mamys, pacientemente (às vezes nem tão paciente assim), me falava sobre essas coisas.
Por mais simples que seja, esse ensinamento me fez me tornar uma pessoa mais confiante acerca de mim mesmo.
Passado algum tempo. já adolescente, morávamos em uma casa cedida pela igreja Betânia que frequentávamos, em idos 2000. Tínhamos um armário de aço marrom onde estava colocada a lista de afazeres que meu irmão gêmeo e eu tínhaos que fazer na casa. Nesse armário, mamys colocou um conjuto de cinco frases, dessas do tipo motivacional. Uma delas teve grande impacto na minha vida, e acredito que nunca a esquecerei. A frase, que talvez poderia colocar até como colorário do primeiro ensinamento era: “nunca desista dos seus sonhos. Quem tem um grande sonho é maior do que aquele que possui todos os fatos”.
Foi pensando nessa frase que tentei entrar no curso de matemática durante vários anos, conseguindo somente na quinta tentativa e foi também pensando nela que, após concluir o curso de matemática, resolvi seguir para a Teologia e tentar ser professor nessa área.
Que tenha me encontrado na teologia, acredito ser claro para quem lê meus textos e conversa comigo. 
Terminei o mestrado e comecei o doutorado na teologia. Quando depois de certo tempo, surgiu a oportunidade de fazer parte do meu doutorado em teologia na cidade Leuven, na Bélgica, mamys também estava lá dando todo o suporte e, sabendo do meu grande desejo, como boa mamys que é, apoiou e orou incessantemente, juntamente comigo e a linda da Andréa para que as portas se abrissem. Essas se abriram faltando 0,02 segundos para o final do quarto período.
Ao chegar aqui, nesse período de 5 meses, tive a oportunidade de me encontrar pessoalmente com Jürgen Moltmann, o autor que eu estudo na minha tese, e conversar com ele a respeito do meu desejo de seguir na teologia, sobre minha tese, sobre o que pensava a respeito de alguns pontos e perguntar para ele questões relacionadas à sua teologia.
Por que falar tudo isso no texto de niver de mamys? Justamente porque sem ela e seu apoio seria muito mais difícil e, talvez, impossível chegar até aqui do outro lado do Atlântico. O que coloquei foi somente um dos ensinamentos de mamys dentre vários relacionados a diveresas áreas da vida, tais como relacionamentos, referências bibliográficas, cozinhar e a lista segue infinitamente. Se sou a pessoa que sou hoje, devo muito à ela, a melhor mamys do mundo.
Nesse aniversário que não estarei junto presencialmente, esse texto é uma singela homenagem àquela que nunca mediu esforços para me apoiar e caminhar ao meu lado e que tem sido, durante muito tempo, um exemplo de mulher para mim, mostrando que é possível alcançar aquilo que queremos, que devemos sempre acreditar em nós mesmos e nos ver como capazes de fazer qualquer coisa.
Seria muito bom se todos pudessem aprender o que aprendi com mamys. Acho que o mundo seria um pouquinho melhor com os ensinamentos e sabedoria que ela adquiriu ao longo do tempo.
Feliz aniversário, mamys.
Amo você…
08/02/2017 – Leuven.
Compartilhe:

COMMENTS (2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *