Se você se diz cristão hoje

Se você se diz cristão hoje



Se você se diz cristão e, vendo tudo isso que está acontecendo no país, apoia que PROUNI, FIES, PRONATEC que garantia acesso a universidades e mercado de trabalho àqueles que não podem pagar seja desfeito, fazendo com que esses não consigam mais estudar e tenham, assim, que procurar sub-empregos para sustentar sua família, apoia que a saúde pública precisa ser privatizada para que haja eficiência, sem considerar os milhões de pobres e marginalizados que não podem pagar o “plano de saúde”, ficando, assim, sem acesso a esse direito fundamental, apoia que a política em apoio às minorias LGBTTT, Negros, deficientes físicos, pessoas com transtornos mentais e povos indígenas sejam extintas, porque considera que esses querem direitos demais, apoia que o sistema neo-liberal entre de sola na sociedade, porque acreditar que o sistema comandado pelo dinheiro é mais honesto e mais igualitário, sinto lhe dizer que, infelizmente, você não entendeu nada a respeito da pregação de Jesus. 

Se em seu pensamento, o mais pobre, os sem parte na terra, os renegados, os excluídos, os discriminados não são prioridades pelas quais você luta, mas, antes, sua dinheiro, sua “família” e seu status dentro da sociedade, você não entendeu o que é ser cristão e seguir os passos de Jesus. 

Só para lembar, os evangelhos relatam Jesus como aquele que foi um marginalizado, um excluído, um daqueles que, hoje, estaria, aos olhos da sociedade de seu tempo “querendo direitos demais”. Foi condenado como blasfemo no âmbito religioso e revolucionário contra o sistema político de seu tempo. 

Antes de se dizer cristão, repense se você realmente entendeu o que quer dizer ser um “pequeno cristo” (significado de cristão). Isso não quer dizer que você deve se tornar um desses excluídos (às vezes, dado nosso nascimento, condição social adquirida, trabalho, etc, nunca seremos contados entre eles), mas, muito mais, lutar em favor desses, chorar e sofrer com esses em nossos dias, de maneira que a perda do direito deles seja vista por você, que se diz cristão, como a perda do direito de todos, a afronta aos excluídos deve ser vista por todo cristão como afronta de todos. 

Ser cristão implica em lutar em favor dos diversos desfavorecidos da história e, sem isso, todo discurso que se diz cristão, não passa de hipocrisia.

19.05.2016 – 09:08
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *