Para Abner

Para Abner

Quem diria, 21 anos?

Lembro ainda hoje do dia em que chegaste em nossas vidas e das diversas vezes que empurramos o carrinho para você dormir. Dos momentos que tínhamos que esquentar as mamadeiras para você tomar e tantas outras coisas. Passado algum tempo, lembro da sua adolescência. Das diversas questões que surgiam nessa época, algumas questões fulcrais, outras nem tanto assim, mas renderam momentos diversos de conversas e questionamentos da minha parte para tentar ajudar você a entender um pouco mais o porquê e para que de fazer o que fazemos.

Hoje, aos 21 anos, é interessante perceber a pessoa que se tornou. Sabendo responder a algumas questões que são colocadas, sabendo justificar algumas decisões tomadas, questionando as coisas. Fico feliz por ver isso e perceber que nossas conversas foram, de alguma forma, úteis para seu crescimento.

Agora entra na fase adulta, embora sempre o veja como irmão mais novo que precisa ser orientado e instruído. Talvez seja cisma dos irmãos mais velhos, assim como a dos pais de sempre verem os filhos como crianças e achar que precisam de todo cuidado e instrução para tomar as decisões corretas na vida. Como filho, entendo isso e espero que como irmão mais novo e filho, também entenda isso.

Estive pensando sobre o que escrever a você nessa data além da mensagem do facebook. Pensei, então, em deixar a você 5 conselhos, em uma tentativa de sistematizar o que gostaria de dizer:

Em primeiro lugar, não desista dos seus sonhos. Lembro que tínhamos no armário de nossa casa uma frase que dizia: “nunca desista dos seus sonhos. Quem tem um grande sonho é maior do que aquele que possui todos os fatos”. Muitas vezes nossos sonhos parecem loucura para os demais. No entanto, grandes mudanças em nossa sociedade começaram com os loucos, com os sonhadores, visionários, que não se conformaram com as coisas do jeito que são e queriam mudar o mundo.

Em segundo lugar, esteja sempre disposto a mudar. Na maioria das vezes, antes de mudar o mundo é necessário que mudemos a nós mesmos. Sermos a mudança que queremos ver. Não adianta tentarmos ter um mundo mais justo se somos injustos, ter um mundo que ama se nós não amamos e a lista se estende infinitamente. Dessa forma, antes de sonhar para o mundo, olhe para dentro de si, perguntando se deve mudar algum comportamento ou postura.

Em terceiro, faça os amigos. Eles são preciosidades que duram a vida toda. Assim como irmãos, mas nascidos em outra casa, são como refúgio seguro nos momentos de angústia e sofrimento. Se terminar a vida com 5 amigos fieis, considere-se um felizardo, alguém agraciado pelo Pai.

Em quarto, não se esqueça de onde você veio, sendo fiel a quem você é. Sempre que penso nisso, vem em minha mente a fala de Deus ao povo de Israel que diz: “ao entrares na Terra Prometida, não diga em seu coração: “meu braço forte que me trouxe até aqui””. É comum com a fama, dinheiro, status esquecermos nossas origens e, uma vez esquecidas, corre o grande risco de perdermos de nós mesmos. Esforce-se para manter os princípios que aprendeu, ressignificando-os, contextualizando-os, para manter-se fiel a si mesmo.

Em quinto, contudo mais importante que todos os outros e, talvez até base para todos os outros, ame a Deus e tente servi-lo com toda sua força. No mundo que vivemos está tão difícil vermos um evangelho vivido ao invés do falado. O evangelho de Cristo que se mostra como todo amor, todo entrega, todo “em prol do próximo”, é esse evangelho que deve procurar seguir. Amar a Deus implica em amar o próximo, se importar com ele e fazer o melhor possível com aquilo que tem em mãos. Fazendo isso estará mais próximo do Pai e, consequentemente, viverá à semelhança de Cristo seja em sua família, relacionamento, trabalho, estudo, onde for.

Teria mais coisas para falar, mas acho que já está suficiente. O texto ficaria enorme se fosse colocar tudo que me vem à mente nesse momento.

Com esse texto, desejo feliz aniversário, querido irmão. Que seus anos sejam cheios de graça, alegria, paz e serenidade. Estamos aí, sempre.

Te amo!

Fabrício Veliq
23.10.13 – 09:11

Compartilhe:

COMMENTS (2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *