Reflexão sobre a matemática

Reflexão sobre a matemática



“Matemática é como um rio. Nasce pequena com os axiomas e vai se alargando até se tornar oceano de teoremas”

O que dizer da matemática? Há os que dizem que é uma ciência que estuda as quantificações das coisas, a ciência que trabalha com os números e as operações entre eles, há os que falam que é útil para a vida, pois sempre precisamos dela para fazer as contas na padaria, no recebimento do salário, principalmente para conferir se os descontos estão corretos.
Contudo, sempre que ouço essas respostas me sinto um pouco incomodado. Não vejo a matemática como algo assim. Para mim, a matemática é a ciência das relações e isso que ela faz, ou seja, estabelece relações entre as coisas e sistematiza em sua linguagem própria. Aprender a linguagem matemática, é a mesma coisa de se aprender outra língua como inglês, alemão e etc.
Dessa forma, quando vemos a matemática como ciência que estabelece relações e entendemos sua linguagem e seu processo histórico , ela deixa de ser o bicho de sete cabeças para as pessoas.
Hoje em dia se discute muito sobre o ensinar matemática como forma de fazer cultura. Acredito que isso só será possível quando o educador matemático se perceber como agente transformador do meio e se reconhecer como ser histórico (Marx que o diga….). Agindo assim, acredito que teremos menos os que odeiam a matemática e mais dos que conseguiram entender uma nova língua e estabelecerem relações sejam úteis ou não para a vida cotidiana. Prezar algo somente pela sua ação prática é muito medíocre e todos aqueles que fazem isso, acredito que estão longe de se tornarem conhecedores das maravilhas do mundo. Maravilhas essas que, na maioria das vezes não são práticas, antes que só são percebidas por mentes sensíveis.  Acho que matemático devia ter duas graduações. Tanto o de matemático, como de bilíngue…
Compartilhe:

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *